• Nuno Monteiro Pereira

Os fantásticos pubs de Dublin

8 de Abril de 2009

Foi uma óptima ideia visitar Dublin num fim de semana prolongado. Outra óptima ideia foi ir ao M.J.O'Neill

A porta principal do pub fica no nº 2 da Suffolk Street, mas o estabelecimento rodeia a esquina para Church Lane. É um dos mais antigos bares de Dublin, com mais de 300 anos. A sua decoração interior tipifica bem o espírito dos pubs irlandeses, com tons amarelados, muita madeira, espelhos pintados e muitas garrafas de álcool.

Está situado no Temple Bar, conhecido também pelo nome irlandês de Barra an Teampaill, um bairro de origem medieval, com ruas estreitas e empedradas, que é o mais importante foco cultural de Dublin, com uma intensíssima vida nocturna.

É provável que o nome do bairro seja derivado da família Temple, que ali parece ter vivido no século XVII, embora haja quem defenda que a denominação se baseou no bairro londrino com o mesmo nome.

Qualquer que tenha sido a sua origem, o nome apareceu pela primeira vez num mapa de 1673. Durante o século XIX a ocupação da área foi decrescendo lentamente e, na primeira metade do século XX, tinha muitos edifícios devolutos, encontrando-se praticamente abandonado.

Nos anos 1980, vários pequenas lojas foram alugadas por rendas baixas, o que atraiu artistas e galerias. Nessa altura, a empresa  de transportes públicos Córas Iompair Éireann propôs-se demolir a área para construir um terminal de autocarros. Protestos dos residentes e comerciantes levaram ao cancelamento do projecto e, em 1991, o governo irlandês criou uma empresa sem fins lucrativos designada como Temple Bar Properties, para promover a regeneração da área como o bairro cultural de Dublin.

Temple Bar alberga diversas instituições culturais irlandesas, incluindo o Irish Photography Centre, o Irish Film Institute, o Temple Bar Music Centre, o Arthouse Multimedia Centre e o Temple Bar Gallery and Studio. No periferia do bairro está também instalada a bolsa de valores da Irlanda e o Banco Central da Irlanda.

Após o anoitecer, Temple Bar transborda de gente, com música irlandesa por todo o lado, muitos bêbados, intenso cheiro a urina e a vomitado. Mas é isso que torna tão fantástico este bairro, único no mundo.


0 visualização0 comentário

© 2020 Nuno Monteiro Pereira

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now